Técnicas de bronzeamento artificial

Técnicas de bronzeamento artificial

Ter o corpo bronzeado é o desejo de muitas mulheres. Por isso, muitas recorrem às técnicas de bronzeamento artificial disponíveis.

No entanto, é importante ficar atenta. Diante de muitas opções, existem disponíveis métodos mais saudáveis e outros que contribuem com o envelhecimento precoce e até o câncer de pele.

Além disso, a exposição ao sol sem proteção solar também é muito maléfica para a pele. Por isso, o ideal é que se procure uma clínica especializada e de confiança.

Por isso, abaixo, destacamos as duas principais técnicas de bronzeamento e explicamos tudo o que você precisa saber sobre cada uma delas.

Técnicas de bronzeamento artificial com autobronzeadores

Sobretudo, os bronzeadores artificiais são utilizados em sprays e cremes. Ainda assim, essa técnica exige a necessidade de reaplicação. O que se dá ao menos a cada 15 dias.

A maioria das opções disponíveis no mercado oferecem, além do bronzeamento, uma camada extra de hidratação para a pele.

Por isso, os autobronzeadores não agridem a célula da pele, diferente dos raios ultravioletas do sol. Que é o caso do bronzeamento corporal natural.

É ainda uma ótima opção para quem quer ver resultados incríveis. Mas, não tem paciência para ficar parada no sol por muito tempo.

Além disso, o ideal é escolher as opções que são livres de óleo. Ainda assim, faça o teste de reação alérgica antes de fazer a aplicação no restante do corpo.

Outra vantagem dos autobronzeadores é que dá para fazer o procedimento de maneira caseira. Ou seja, sem a necessidade de ir até uma clínica especializada.

Bronzeamento a jato

Para fazer o bronzeamento jato, deve-se comparecer a uma clínica especializada. O procedimento de pigmentação é feito por meio de um aparelho pulverizador.

A diferença do bronzeamento a jato com os autobronzeadores é que a primeira opção deixa o bronzeado mais uniforme.

Além disso, o bronzeamento a jato é ideal para quem quer ficar com marquinha de sol de maneira mais rápida.

Em ambas as técnicas, o procedimento pode ser feito em qualquer tipo de pele.

Diante disso, independente do processo de bronzeamento que você escolher fazer, é importante tomar alguns cuidados.

  • Utilize protetor solar com fator acima de 30;

  • Se exponha aos raios ultravioletas nos períodos onde tem menos radiação (antes das 10h e depois das 16h);

  • Capriche na proteção em locais como mãos, colo e rosto;

  • Consumia alimentos ricos em vitamina C, E, licopeno e betacaroteno.

Agora que você já sabe tudo sobre os procedimentos de pigmentação da pele, fica mais fácil escolher uma das técnicas de bronzeamento artificial disponíveis. Leve em consideração o que mais se adequa ao que você busca.